Aperte enter para pesquisar

Paraná

PREVISÃO

A estação mais fria começa nesta sexta (21). Saiba como será o inverno este ano

Chances de geada reduzidas, ondas de calor, dias ligeiramente chuvosos - apesar de ser a estação mais seca. Veja alguns detalhes de como serão os próximos meses no Paraná

por Jonas Laskouski

Atualizado em 21/06/2019 - 12h12

 

O outono sai de cena para dar lugar ao inverno – quer você queira ou não. A troca de estações começa a partir das 12h54 desta sexta (21), com previsão de tempo estável e temperaturas amenas no Paraná, pelo menos nos primeiros dias. Segundo o Instituto Simepar, a estação entra sem chuvas e ensolarada na maioria das regiões, com amplitude térmica variando entre 8° C e 26° C.

 

A expectativa pela florada das cerejeiras também é grande (Foto: Reprodução)

 

Uma massa de ar mais estável predomina no Paraná. O dia com isto terá presença de Sol para a maioria das regiões, com temperaturas, à tarde, mais elevadas a partir dos extremos Noroeste e Oeste. Em parte do Leste paranaense e principalmente em direção à faixa litorânea, concentra alguma nebulosidade, e não se descartam alguns chuviscos ocasionais, mas principalmente em áreas de serra.

 

Nesta sexta, as menores temperaturas devem ocorrer em Rio Negro, Pato Branco e União da Vitória. Já as maiores estão previstas para Guaíra, Umuarama, Paranavaí e Foz do Iguaçu. O Simepar prevê que o tempo deve ficar encoberto em Guarapuava e Rio Negro e parcialmente nublado na capital, Litoral, nas regiões Central, Centro-Sul, Sul e Norte Pioneiro. Já o sábado (22) deve prosseguir sem chuvas, com leve aumento das temperaturas. No domingo (23) o sol deve predominar em todo o estado, com temperaturas entre 8° C e 27° C.

 

Segundo o meteorologista Reinaldo Kneib, do Simepar, o inverno deve ser ameno, pois a temperatura média do ar deverá ficar acima do comportamento climatológico normal. Embora se caracterize como a estação mais seca, é provável que neste ano seja ligeiramente mais chuvoso, sobretudo em julho. Estão previstos períodos prolongados sem chuva quando predominarem massas de ar frio e seco. Ondas de calor devem ser mais frequentes em agosto e setembro.

 

MENOS GEADAS

 

O fenômeno El Niño continua influenciando o clima na Região Sul, reduzindo as chances de geadas. No entanto, deslocamentos eventuais de intensas massas de ar frio podem causar o fenômeno e trazer queda acentuada nas temperaturas, principalmente nas regiões Sul, Centro-Sul, Centro e Campos Gerais.

 

Registro de geada em Guarapuava. Menos esse ano (Foto: Reprodução)

 

“Os produtores de café devem ficar atentos às previsões de geadas para adotarem medidas de proteção dos viveiros e das mudas de até seis meses”, diz a agrometeorologista Ângela Costa, do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar). O mesmo deve ser feito com as hortaliças. “Já o trigo e o milho devem desenvolver-se normalmente, atingindo boa produtividade”, afirma.

 

Vale ressaltar que o Simepar e o Iapar mantêm o serviço gratuito de alerta de geada, emitindo previsões com antecedência de 48 e 24 horas. Boletins também são divulgados pelo Disque Geada (43) 3391-4500, nas redes sociais e páginas do Simepar e Iapar.

 

HISTÓRICO DO INVERNO

 

A base de dados históricos sobre o inverno paranaense apresenta baixos volumes de chuvas. Julho costuma ser menos chuvoso. Os registros de baixas temperaturas mais expressivos são de Palmas, no Sul do Estado.

 

Ah, essa lembrança… (Foto: Reprodução)

 

O link de uma página do Governo do Estado traz uma tabela de valores das médias históricas de chuva (faixa de variação), temperatura mínima e temperatura máxima para cada região do Paraná nos meses de julho, agosto e setembro. Este ano, o inverno termina às 04h50 do dia 23 de setembro.

 

Viu, tudo bem não gostar de frio e do inverno, mas não fique reclamando o tempo todo. Aproveite, criatura. Tem tanta coisa gostosa pra fazer. Mesmo ficar enfiado embaixo das cobertas sem fazer absolutamente nada, no melhor estilo dolce far niente.

 

(Com informações de Alex Silveira, da Tribuna do Paraná e do Simepar)

Comentários

Notícias Relacionadas

KERESDRAKON VILSONI

Nova espécie de pterossauro é descoberta em cidade do Paraná

Fósseis de réptil voador que viveu entre 110 milhões e 80 milhões de anos atrás foram encontrados na cidade de Cruzeiro do Oeste, a cerca de 284km de Guarapuava. Segundo pesquisadores, animal tinha 2,5 metros de envergadura e cerca de 15 quilos

LENIÊNCIA

Lava Jato fecha acordo e preço vai cair em seis praças de pedágio

Todas as praças são na BR-277. Durante a Operação Integração, foi apurado o pagamento de propinas para conseguir aditivos contratuais que levaram ao aumento de preços e/ou à redução nas obrigações, como retiradas de obras

PLANO VERÃO

Coca-Cola abre contratação temporária no Paraná e têm vagas para Guarapuava

São 199 vagas para jornadas que vão de agosto a dezembro em diversas cidades do Estado. Veja os detalhes e se interessar, boa sorte!