Aperte enter para pesquisar

Colunistas

Estado civil? Feliz!

Tudo bem pra você quando ao preencher algum formulário e no campo aí do título você se depara com a realidade (se for o seu caso) e cai a ficha que você está solteira ou solteiro? Aliás, se sua felicidade depende do seu estado civil, você precisa ler esse texto

por Liliane Santos

Atualizado em 06/08/2019 - 10h49

Eu juro pra vocês.

 

Toda vez que estou preenchendo algum tipo de formulário com meus dados pessoais e aparece a pergunta “Estado civil?”, eu abro um sorriso. De verdade! E depois respondo ‘Solteira’. Me sentindo o máximo. Tão bem quanto quando abro uma garrafa de vinho, corto alguns pedaços de queijo e assisto o meu seriado favorito, sozinha em plena noite de sexta. Ou quando vou ao cinema ou a praia somente com um pacote de pipocas ou um bom livro.

 

Muitas pessoas olhariam uma cena dessas e sentiram pena, talvez. Eu até entendo. Na verdade, eu também sinto pena delas, Primeiro, porque acho triste que a felicidade delas dependa de estar com alguém. Segundo, porque vejo que ainda estão acostumadas a relacionar o fato de alguém “estar sozinho” com solidão. Talvez essas pessoas ainda não tenham descoberto os prazeres da solitude. Veja bem, você pode estar cercado de amigos e sentir solidão. Você pode ter família, viver rodeado de pessoas e mesmo assim se sentir sozinho. Aposto que muitos que estão lendo este texto, se sentem assim. Eu também já me senti. A gente demora muito a aprender a se bastar, a gostar da própria companhia, a saber ouvir os nossos silêncios.

 

Solitude – ao contrario de solidão – é uma escolha. É fazer questão de estar sozinho em determinado momentos e se sentir bem com isso. Acredite em mim, não existe nada no mundo que seja mais libertador. E eu não estou aqui defendendo o individualismo ou qualquer tipo de reclusão social. Não é isso, só estou dizendo que quando você for sua melhor companhia então finalmente terá pessoas participando da sua vida por escolha própria e não por desespero ou carência.

 

Deu para entender? Eu quero que a próxima vez que você for preencher uma ficha cadastral você olhe para o campo “Estado civil” e abra um sorriso. Quero que se sinta bem com sua resposta. Ou por estar feliz mesmo estando sozinho ou por ter encontrado alguém que te faça se sentir ainda melhor do que já era antes.

 

Estamos combinados? Espero que sim. Ser feliz sozinho não é o bastante, mas deveria ser o suficiente. As pessoas vão entrar e sair da sua vida e você sempre vai ficar!

 

Cuide-se bem!

Comentários

Notícias Relacionadas

Amores líquidos

Parece que as pessoas de tanto touch estão perdendo o tato. Lembre-se: nenhuma tecnologia substitui o olho no olho

Cuidado, gente. Ambiente de trabalho negativo pode causar psicopatologias

A psicoterapeuta Liliane Santos fala como um ambiente tóxico pode comprometer sua saúde. E claro, dá dicas para que o local onde você trabalha seja motivo de inspiração

"Aprenda a não revidar, deixe que a vida faça isso por você"

E ela sempre fará, porque ninguém sai dessa vida sem pagar a devida conta de seus atos, por menor que seja. Quando o erro não é seu, apenas relaxe