Aperte enter para pesquisar

Guarapuava e Região

INSPEÇÃO

Fiscalização do Crea-PR em sistemas de proteção contra raios começa hoje (02) em Guarapuava

Pelo menos 30 vistorias serão realizadas em condomínios e prédios públicos da cidade, visando constatar se a manutenção periódica está em dia

por Jonas Laskouski

Atualizado em 02/10/2019 - 07h17

(Com reportagem de Naiara Persegona)

 

A partir desta quarta (02), o Crea-PR (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná) inicia uma série de fiscalizações em empreendimentos que possuem sistema de proteção contra descargas atmosféricas. A ação abrange toda a regional de Guarapuava, que se estende às inspetorias de Irati, Laranjeiras do Sul e União da Vitória.

 

O Brasil é o país com a maior incidência de raios em todo o planeta, são mais de 57 milhões anualmente (Foto: Reprodução)

 

Desde 2015, a norma técnica da ABNT (NBR-5419) considera que a verificação do sistema de proteção de descargas atmosféricas (PDA) – composto pelo sistema de proteção contra descargas atmosféricas (SPDA) e pelas medidas de proteção contra surtos (MPS) – é fudamental para contribuir com a segurança da população em casos de incidência de raios.

 

Em Guarapuava, serão realizadas aproximadamente 30 fiscalizações em condomínios e prédios públicos, visando constatar se a manutenção periódica dos sistemas está em dia.

 

 

(Foto: Reprodução)

 

“A manutenção garante a eficiência dos sistemas, que servem para proteger a edificação e as pessoas que ali circulam ou convivem contra as descargas atmosféricas. Eventualmente, um raio atingindo uma edificação desprotegida ou com o sistema danificado pode desencadear uma explosão, um incêndio, levando até a morte de pessoas”, afirma o gerente da regional de Guarapuava do Crea-PR, o engenheiro eletricista, Thyago Giroldo Nalim.

 

Conforme o conselheiro do Crea-PR e coordenador da Câmara Especializada de Engenharia Elétrica do Crea-PR, Edson Dalla Vecchia, as manutenções periódicas avaliam aspectos técnicos como peças soltas, quebradas ou oxidadas.

 

“Essas inspeções devem ser realizadas a cada seis meses ou, no máximo, a cada ano. A periodicidade depende das condições do local, ou ainda, se houver suspeita de que o SPDA foi atingido por raio. Além disso, a cada três anos, no máximo, devem ocorrer as inspeções obrigatórias, que são mais aprofundadas, com emissão de relatórios técnicos das condições do sistema, devidamente acompanhada de uma ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) do Engenheiro Eletricista executante”, explica o conselheiro.

 

Além de verificar a manutenção periódica, o Crea-PR constata se o serviço foi realizado por um profissional habilitado, seja um engenheiro eletricista ou outro profissional com atribuição para a atividade.

 

“Caso a manutenção não tenha sido realizada, nós oficiamos os responsáveis recomendando e orientando por que este tipo de serviço precisa de um profissional e quais prejuízos podem decorrer disto”, explica Nalim.

 

Um profissional devidamente habilitado tem a responsabilidade civil e criminal por este tipo de serviço, pois preenche uma documentação exigida pelo contratante, Corpo de Bombeiros e seguradoras. Estes órgãos exigem laudos e relatórios de conformidade das inspeções periódicas e das próprias manutenções efetuadas, acompanhado pela respectiva ART, emitida via Crea-PR e passível de fiscalização das atividades e atribuições dos profissionais que a anotaram.

Comentários

Notícias Relacionadas

ORÇAMENTO

R$ 430 milhões serão investidos em Guarapuava em 2020, segundo a LOA

Audiência pública para prestação de contas das ações financeiras referentes ao segundo quadrimestre de 2019 e apresentação da Lei Orçamentária Anual, que mostra o planejamento para o exercício financeiro para o próximo ano aconteceu nesta segunda (1º)

COMEÇOU

Joanna abre o Outubro Rosa em Guarapuava neste sábado (05), no Parque do Lago

Banda Municipal, Grupo Melhor Idade e Kryssia Kosmos também se apresentam na abertura oficial da campanha 2019 da Prefeitura de Guarapuava, trazendo como ingrediente principal, a prevenção do câncer de mama

POXA

Quase um ano após a morte do Rodrigo 'Corredor', morre um de seus dogs, o Negão

"Estava sangrando bastaste, foi socorrido e levado para uma clínica veterinária, porém, não conseguimos salvá-lo", publicou o vereador Dognei nas redes sociais