Aperte enter para pesquisar

Paraná

LENIÊNCIA

Lava Jato fecha acordo e preço vai cair em seis praças de pedágio

Todas as praças são na BR-277. Durante a Operação Integração, foi apurado o pagamento de propinas para conseguir aditivos contratuais que levaram ao aumento de preços e/ou à redução nas obrigações, como retiradas de obras

por Jonas Laskouski

Atualizado em 13/08/2019 - 12h10

A força-tarefa Lava Jato do Ministério Público Federal no Paraná (MP-PR) informou ontem (segunda, 12) que fechou acordo de leniência com a Ecorodovias S.A., controladora das concessionárias Ecovia e Ecocataratas. As empresas são responsáveis por trechos da BR-277, tanto na ligação de Curitiba com o Litoral do Paraná, como entre Guarapuava e Foz do Iguaçu.

 

O acordo, baseado no reconhecimento de que irregularidades foram praticadas, envolve o pagamento de R$ 400 milhões – parte desse dinheiro será aplicado na redução das tarifas de pedágio em 30% durante um ano, ao menos. Durante a Operação Integração, fase da Lava Jato que apura corrupção na gestão dos contratos de pedágio do Paraná, a empresa reconheceu o pagamento de propinas para conseguir aditivos contratuais que levaram ao aumento de preços e/ou à redução nas obrigações, como retiradas de obras.

 

Do total a ser pago, R$ 30 milhões são destinados para a multa. Os R$ 370 milhões serão aplicados na reparação de danos, dos quais R$ 220 milhões serão utilizados para reduzir em 30% a tarifa de todas as praças de pedágio operadas pela Ecorodovias. A medida começará a valer 30 dias depois que o acordo de leniência for homologado pela Justiça.

 

Os outros R$ 150 milhões serão destinados à realização de obras nas rodovias. A escolha dos projetos a serem executados ficará a cargo do governo estadual. De acordo com um fato relevante divulgado pelas concessionárias, a Ecovia deve arcar com R$ 20 milhões de obras e R$ 100 milhões de redução tarifária; e a Ecocataratas pagará R$ 130 milhões de obras e R$ 120 milhões de redução tarifária.

 

A negociação segue os moldes de outro acordo de leniência, firmado com a Rodonorte. Em março, a concessionária concordou em pagar R$ 750 milhões (divididos entre multa, realização de obras e redução de tarifa). Em abril, os valores praticados nas sete praças de pedágio passou a ser 30% menor. A Gazeta do Povo fez uma estimativa da diminuição dos preços com o novo acordo. No caso da Ecovia, o valor para carros deve sair de R$ 20,90 para R$ 14,63 (a tarifa deve ser arrendondada). Nas cinco praças da Ecocataratas, os preços para automóveis variam atualmente entre R$ 12,50 e R$ 16,40 e a estimativa é de redução para valores na faixa entre R$ 8,75 a R$ 11,48.

 

VEJA A ESTIMATIVA DE REDUÇÃO PARA CARROS

  • S. Miguel do Iguaçu – R$ 16,4 / R$ 11,48
  • Céu Azul – R$ 12,5 / R$ 8,75
  • Cascavel – R$ 13,5 / R$ 9,45
  • Laranjeiras do Sul R$ 13,5 / R$ 9,45
  • Candoi R$ 13,5 / R$ 9,45
  • Ecovia , praça de São José dos Pinhais – R$ 20,9 / R$ 14,63

 

(A reportagem é de Katia Brembatti, da Gazeta do Povo)

Comentários

Notícias Relacionadas

KERESDRAKON VILSONI

Nova espécie de pterossauro é descoberta em cidade do Paraná

Fósseis de réptil voador que viveu entre 110 milhões e 80 milhões de anos atrás foram encontrados na cidade de Cruzeiro do Oeste, a cerca de 284km de Guarapuava. Segundo pesquisadores, animal tinha 2,5 metros de envergadura e cerca de 15 quilos

PLANO VERÃO

Coca-Cola abre contratação temporária no Paraná e têm vagas para Guarapuava

São 199 vagas para jornadas que vão de agosto a dezembro em diversas cidades do Estado. Veja os detalhes e se interessar, boa sorte!

TRANSPORTE AÉREO

Mais 10 cidades do interior do PR terão voos para Curitiba

Programa Voe Paraná será lançado nesta quarta feira (07), como incentivo à aviação regional. Guarapuava ainda não está na lista dos municípios onde será ofertado o serviço. Ainda