Aperte enter para pesquisar

Guarapuava e Região

RECICLANDO CONHECIMENTO

Livros e revistas já lidos circulando no meio universitário são melhores do que parados aí na sua gaveta

Terceira edição da Feira das Traças, que vai rolar no campus Santa Cruz da Unicentro, acontece mês que vem e a universidade já está recebendo doações

por Jonas Laskouski

Atualizado em 13/08/2019 - 04h30

Livros ou revistas que você já leu e estão parados numa prateleira ou gaveta. O que acha de doá-los? O campus Santa Cruz da Unicentro está realizando, pelo terceiro ano consecutivo, a Feira das Traças. Primeiro, os materiais são arrecadados, depois eles são disponibilizados para que os acadêmicos escolham e levem para casa o que for útil para cada um.

 

Caixas espalhadas pela Unicentro onde as doações podem ser deixadas (Foto: Arquivo/Reprodução/RPC)

 

Nesse ano, a Feira das Traças tem realização do Conselho Consultivo do campus, que conta com representantes dos estudantes de quase todos os cursos ofertados no Santa Cruz. As doações seguem sendo arrecadadas até o final de agosto e podem ser deixadas em caixas instaladas em diferentes pontos da universidade.

 

O professor Marcio Fernandes: reciclando conhecimento (Foto: Reprodução)

O professor do Departamento de Comunicação, Marcio Fernandes, doou alguns livros e materiais para as edições anteriores da feira. Ato que pretende repetir nesse ano. “O livro é uma das bases da civilização, tanto da antiguidade quanto contemporânea. E esse é um espírito que deve nortear sempre as nossas vidas, tanto no aspecto familiar quanto no coletivo das nossas amizades. E, mais ainda, no âmbito da universidade. Nesse sentido, como circulo muito, dentro e fora do país, a gente acaba recebendo muitas doações, muitos presentes, então nesse sentido é que eu tomei a decisão de contribuir”.

 

 

 

Além de livros e xerox, outros materiais podem ser doados, como explica Alexandre Amaral, responsável pela organização da feira das traças. “Livros, revistas, jornais, xerox, material digital, CDs, videocassete, fita-cassete, DVDs, materiais de cursos já usados ou de outras línguas. tudo que tiver parado na casa de alguém, a gente precisa que traga”, afirma.

 

No inicio de setembro, os materiais vão ser organizados e colocados à disposição da comunidade universitária. A ideia é que as pessoas, livremente, olhem, toquem e levem pra casa o que for útil.

 

(Com informações da Central de Notícias do site da Unicentro)

Comentários

Notícias Relacionadas

"AMO MUITO TUDO ISSO"

Dois hambúrgueres, alface, queijo, molho especial, cebola e picles num pão com gergelim

Ainda sem data para finalmente estrear no Shopping Cidade dos Lagos - mas fomos especular - McDonald's inicia processo de pré-seleção de candidatos. Agora vai!

SOLUÇÃO

R$ 20 milhões garantidos para a construção da Casa de Custódia de Guarapuava

Pedido das lideranças guarapuavanas finalmente foi atendido pela Secretaria de Segurança Pública (SESP) e entra na previsão orçamentária de 2020. Nova unidade prisional terá capacidade para 752 presos

ARE YOU READY?

Tudo novo e tudo pronto para a inauguração do Lar Stand Bar neste sábado (17)

Fechado para reforma há cerca de três semanas, o novo espaço promete surpreender e atrair ainda mais público. Camarotes temáticos, reformulação no atendimento e, principalmente, na segurança, deixam a casa renovada para a galera e os baladeiros se divertirem como nunca