Aperte enter para pesquisar

Gastronomia

O SE LIGA RECOMENDA

Vai um Cappuçoca aí?

A Confeitaria Brasileira, que leva o nome do chef Guilherme Romani, é uma aventura gastronômica ímpar pelos sabores do Brasil

por Jonas Laskouski

Atualizado em 09/07/2019 - 02h02

Valorizar o que o Brasil tem de bom, de melhor e de mais saboroso. Esse é um dos compromissos do chef Guilherme Romani e de sua Confeitaria Brasileira, que leva seu nome.

 

Delícias com os ingredientes mais brasileiros (Imagem: Reprodução)

 

Com dois endereços no Paraná, um em Guarapuava – na Rua Senador Pinheiro Machado, 2347 – e outro em Curitiba (Trajano Reis, 558), Guilherme Romani é um querido e sabe o ponto certo para conquistar seus clientes, apresentando um conceito próprio, original e contemporâneo. O chef, inclusive, foi vencedor de uma edições do programa Que Seja Doce, do canal pago GNT.

 

Guilherme Romani: criatividade em alta, sempre (Foto: Reprodução)

 

“Esse ano tive que tomar algumas decisões que mudou muitas coisas. Fazem mais ou menos seis anos que comecei a dar aulas de Gastronomia, e decidi sair do Senac e da Faculdade Guairacá, para me dedicar à confeitaria e conseguir trabalhar com a valorização dos ingredientes brasileiros”, disse ele numa recente publicação no Facebook. Nós agradecemos.

 

Helon, Karin e Guilherme: paixão por doces e ingredientes brasileiros (Foto: Reprodução)

 

A ideia de montar a empresa não surgiu sozinha. Unindo a paixão por doces e pelos ingredientes brasileiros, Guilherme criou a Guilherme Romani Confeitaria Brasileira junto com o advogado Herlon Souza e com a designer Karin Teodorovicz.

 

Guilherme formou-se em Gastronomia, fez especialização em confeitaria, trabalhou como professor e oferece cursos constantemente na área, sempre buscando dar destaque aos produtos brasileiros. Herlon formou-se em Direito, atua como advogado e sempre apreciou boa comida, principalmente quando ela traz história e possui identidade própria. Na vontade de empreender, comprou a ideia de apresentar às pessoas uma cozinha que por muitos é desconhecida. Já Karin é formada em Design, especializou-se em Marketing, trabalhou em uma multinacional, é amante de confeitaria tradicional e funcional, e também se viu encantada com os ingredientes brasileiros e o quanto se faz necessário que as pessoas os conheçam e os valorizem, afinal, além de terem uma identidade, muitos dos sabores são únicos e todinhos oriundos da nossa terra tupiniquim.

 

As publicações da página da Guilherme Romani Confeitaria Brasileira chamam a atenção e nós aqui no Se Liga chegamos a morder os lábios de vontade de provar cada uma delas, como o Cappuçoca, por exemplo. O tradicional capuccino aqui é servido com doce de leite e paçoca, e ainda acompanha, claro, uma paçoça rolha. Precinho barateza, sai por R$ 8.

 

Combinação mais que sensacional (Foto: Reprodução)

 

A Guilherme Romani Confeitaria Brasileira traz um cardápio recheado de delícias não somente doces mas também salgadas, como tapiocas, pizzas, burgers e várias outras coisinhas. Não vamos cometer o deslize de publicar o cardápio. Fica o convite para você conhecer o local e as delícias do chef. A dica doce do Se Liga, provado e aprovado (você precisa experimentar isso!) é o Iaçã, doce in-crí-vel feito com açaí, morango e chocolate. O sabor é único e temos certeza que você nunca saboreou algo igual.

 

Açaí como você nunca viu (Foto: Reprodução)

 

Neste final de semana, o chef Guilherme Romani vai apresentar sua criação para o evento Inverno Gastronômico que acontece nos dias 12, 13 e 14 de julho, no Parque do Lago. “Porco Descendo a Bananeira” é a criação que leva carne suína, produzida em Guarapuava, mandioca, molho de bala de banana e salada de cevada.

 

O porco vai descer a bananeira neste fim de semana no Inverno Gastronômico (Foto: Jonas Laskouski/Se Liga)

 

O fato de o mercado de confeitarias no Brasil não enaltecer os ingredientes brasileiros, foi um dos grandes motivos para que o principal objetivo da Guilherme Romani Confeitaria Brasileira, seja a valorização dos nossos produtos, ou seja, mostrar às pessoas que o nosso Brasil possui sabores, cores e texturas incríveis. E na ideia de deixar o lugar acolhedor e com a cara do Brasil ( o espaço é muito bacana) é que se explica as plantas, as cores vivas, as imagens, os materiais, o formato dos doces, as combinações, e principalmente a alegria em receber seus clientes: vivenciarem o lado doce do Brasil.

 

 

Em Guarapuava (Rua Senador Pinheiro Machado, 2347) o horário de atendimento é das 15h às 22h, de terça à domingo.

Comentários

Notícias Relacionadas

O FILME QUE MUDOU TUDO

Matrix 4? Verdade. E com Keanu Reeves e Carrie-Anne Moss

"Já teve algum sonho do qual estivesse certo que fosse real? E se fosse incapaz de acordar desse sonho? Como conseguiria distinguir a diferença entre o mundo do sonho e o mundo real?"

VAMOS NOS PERMITIR

Dany Dall(zotto) anima a galera na festa Retro do Latitude 25

Meia noite no seu quarto ela vai subir, hehe, mas antes dela tem ainda os rapazes do Trio Vinil também trazendo sucessos que marcaram epóca. Aliás, as noites de sábado no casarão estão bom-ban-do.

INAUGURAÇÃO

Rosana Bremm inaugura sua Zana Home. E está um arraso!

Conheça o mais novo espaço de compras de Guarapuava que abre suas portas fazendo sucesso. Enxovais, quadros, objetos de decoração, almofadas e molduras fazem da loja nossa mais nova queridinha